Calvície em mulheres: diagnóstico precoce e tratamento

Como vimos no post anterior, a alopécia androgenética (calvície) leva ao afinamento progressivo dos fios da região superior do couro cabeludo, fazendo com que fiquem cada vez mais ralos, sendo muito importante o diagnóstico precoce.
.
No consultório dermatológico, dispomos de um exame chamado tricoscopia, que consiste na avaliação e fotografia do couro cabeludo com o auxílio do dermatoscópio, através do qual é possível detectar os primeiros sinais de afinamento nos fios, o que permite iniciar o tratamento precocemente.
.
O exame deve ser realizado em mulheres com história familiar de alopécia androgenética ou naquelas que começaram a notar um afinamento dos fios da região superior dos cabelos, seja com padrão difuso ou afinamento em triângulo na região frontal.
.
Nas fotos é possível notar grande diferença na espessura e distribuição dos fios quando se compara os fios da região posterior do couro cabeludo (normais) com os fios da região superior (afinados).
.
Uma vez realizado o diagnóstico correto, o tratamento consiste em soluções para aplicação local, medicações para tomar que agem bloqueando a enzima 5-alfa redutase, responsável pelo afinamento dos fios, ou diminuindo a disponibilidade de testosterona para ser utilizada por ela, e em alguns casos, aplicação direta de medicações no couro cabeludo em consultório médico através de aparelhos que fazem micro-infusões da medicação.
.
Em caso de dúvida, procure um dermatologista. Para marcação de consultas, ligue para: (48) 3333-1907.